[ INÍCIO ]   [ Sobre o Portal ]  [ FAQs ]  [ Registar site ou blog ]  [ Enviar informações ]  [ Loja ]   [ Contactos ]

 
"Temos obrigação de salvar tudo aquilo que ainda é susceptível de ser salvo, para que os nossos netos, embora vivendo num Portugal diferente do nosso, se conservem tão Portugueses como nós e capazes de manter as suas raízes culturais mergulhadas na herança social que o passado nos legou."  (Jorge Dias)
 
 
 
Arquitectura e construções
Artesanato
Cancioneiros Populares
Danças Populares
Festas e Romarias
Grupos de Folclore
Gastronomia e Vinhos
Instrumentos musicais
Jogos Populares
Lendas
Literatura Popular
Medicina Popular
Museus Etnográficos
Música Popular
Provérbios
Religiosidade Popular
Romanceiros
Sabedoria Popular
Superstições e crendices
Trajos
Usos e Costumes
 
Agenda de iniciativas
Bibliografia temática
Ciclos
Feiras
Festivais de Folclore
Glossário
Informações Técnicas
Loja
Permutas
Pessoas
Textos e Opiniões
Turismo
 
SUGESTÕES
Calendário agrícola
Confrarias
Datas comemorativas
Feriados Municipais
História do Calendário
Meses do ano
Províncias de Portugal
 
 

Pub  
   
»» Romarias de Portugal >> Minho Pub
Pub    
  Romaria de S. João d’Arga

A Serra d'Arga, em Caminha, recebe (…) milhares de romeiros, que, por tradição, vão pedir a S. João cura para quistos, verrugas, doenças de pele e infertilidade ou mesmo uma "ajudinha" para arranjarem casamento.

É a Romaria de S. João d'Arga, uma das mais típicas do calendário festivo do Alto Minho, sempre responsável por uma "invasão" de gente, muita da qual, no entanto, vai, apenas e só, à procura do som característico dos tocadores de concertina e tocadores ao desafio, que se fazem ouvir, em animadas rusgas, até às tantas da madrugada.

Para afinar as gargantas e aquecer o corpo, que a aldeia fica a uma altitude de cerca de 800 metros e, de noite, o frio aperta, os romeiros têm ao seu dispor, em várias tasquinhas, o "chiripiti", uma bebida fortemente "aconselhada" por Francisco Sampaio, ex-presidente da agora extinta Região de Turismo do Alto Minho.

"É uma mistura de mel e de aguardente, produzidos na serra. Um cálice, ou dois, ou mesmo três, não fazem mal nenhum, pelo contrário", assegura Sampaio.

Muitos romeiros mantêm viva a tradição de ir a pé até S. João d'Arga, como acontece com um grupo que conta já com mais de 70 pessoas e que partirá de Vila Praia de Âncora bem cedo, para chegar à capela pelo meio-dia, após ter percorrido cerca de 25 quilómetros.

Há, também muitos solteiros que não desperdiçam a oportunidade de irem até ao "penedo do casamento", situado no alto da serra e que, segundo a lenda, consegue "arranjar testo para qualquer panela", tudo dependendo da perícia de quem quer casar.

"A pessoa atira uma pedra para o penedo e se ela ficar em cima dele, à primeira, é sinal que casa no prazo de um ano. Se for à segunda, tem que esperar dois anos. E por aí fora", explica Francisco Sampaio.

Com o humor que lhe é peculiar, o homem-forte do turismo do Alto Minho conta que o "desespero" de quem recorre ao penedo está bem patente nesta quadra, que é uma das mais citadas quando se fala daquela romaria: "Ó meu Senhor S. João / Casai-me que bem podeis / Já tenho teias de aranha / Naquilo que bem sabeis".

Normalmente, e ainda segundo Francisco Sampaio, os romeiros também não se esquecem de deixar uma esmola ao diabo, representado por um dragão que figura numa estátua debaixo da pata do cavalo de S. Miguel, não vá o "bicho" levar a mal e desatar a fazer "diabruras" ao longo do ano.

Fé e lendas à parte, a romaria é característica pelas rusgas de cantadores ao desafio e tocadores de concertina, pela noite dentro, até às tantas da madrugada.

Segundo Marinho Gonçalves, presidente da Junta de Freguesia de Arga S. João, chegam a juntar-se por ali, à volta da capela, 100 ou 200 homens e mulheres a tocar e a cantar.

"É uma coisa simplesmente única", garante o autarca. (…)

Fonte:VCP. Lusa

Outras informações sobre a Romaria de S.João d'Arga>>>

Conhecer outras Romarias de Portugal>>>

 
  Gosta da página? Partilhe!

   

Também poderá gostar de ler sobre...

» Festa do Senhor Santo Cristo dos Milagres
S. Miguel - Açores
» Festa da Mãe Soberana
Loulé
» Festa das Flores (dos Artistas ou do Povo)
Campo Maior
» Festa de Santa Luzia
Castelejo
» Romaria de Nossa Senhora da Lapa
Sernancelhe
» Romaria de Nossa Senhora dos Remédios
Lamego

Pub

     

        

Se não encontrou nesta página o que procurava, pesquise em todo o Portal do Folclore Português
 



Acompanhe, em primeira mão as actualizações do Portal do Folclore Português:

FOLCLORE DE PORTUGAL - O Portal do Folclore e da Cultura Popular Portuguesa não se responsabiliza pelo conteúdo dos sítios registados
© Copyrigth 2000/2014  - Todos os direitos de cópia reservados - Webmaster