[ INÍCIO ]   [ Sobre o Portal ]  [ FAQs ]  [ Registar site ou blog ]  [ Enviar informações ]  [ Loja ]   [ Contactos ]

 
"Temos obrigação de salvar tudo aquilo que ainda é susceptível de ser salvo, para que os nossos netos, embora vivendo num Portugal diferente do nosso, se conservem tão Portugueses como nós e capazes de manter as suas raízes culturais mergulhadas na herança social que o passado nos legou."  (Jorge Dias)
 
 
Pub
 
Arquitectura e construções
Artesanato
Cancioneiros Populares
Danças Populares
Festas e Romarias
Grupos de Folclore
Gastronomia e Vinhos
Instrumentos musicais
Jogos Populares
Lendas
Literatura Popular
Medicina Popular
Museus Etnográficos
Música Popular
Provérbios
Religiosidade Popular
Romanceiros
Sabedoria Popular
Superstições e crendices
Trajos
Usos e Costumes
 
Agenda de iniciativas
Bibliografia temática
Ciclos
Feiras
Festivais de Folclore
Glossário
Informações Técnicas
Loja
Permutas
Pessoas
Textos e Opiniões
Turismo
 
SUGESTÕES
Calendário agrícola
Confrarias
Datas comemorativas
Feriados Municipais
História do Calendário
Meses do ano
Províncias de Portugal
 
 

Pub  
   
»» Provérbios >> Pub

À comida (1)
 

» Quem vende sardinha come galinha.
» Do prato à boca, se perde a sopa.
» O comer e o coçar vão do começar.
» O apetite nasce à mesa.
» A hora de comer é a mais pequenina.
» Com unto e pão de milho, o caldo faz bom trilho.
» O caldo é para os pobres.
» Caldo sem pão só no inferno o dão.
» Caldo de muitos é bem comido e mal mexido.
» Quem come bem um dia não passa mal todo o ano.
» Quem não se farta ao comer não se farta ao lamber.
» Quem come até se fartar cedo vem a jejuar.
» Quem come a carne que chupe os ossos.
» Quem comeu não "ouga".
» Quem arrota, bem almoça.
» Quem arrota familota, quem suspira farto está.
» Quem não é para comer também não é para trabalhar.
» Morra Marta, morra farta.
» Bem canta Marta depois de farta.
» Bem está S. Pedro em Roma, se tem que comer.
» Quem vai à boda leve que coma.
» Quem longe vai à boda no caminho a deixa toda.
» O almoço cedo cria carne e cebo. O almoço tarde, nem cebo nem carne.
» Quem em casa alheia come, janta e ceia com fome.
» Quem come à mesa alheia, mal janta e mal ceia.
» Não custa jejuar depois de bem jantar.
» Bem jejua quem mal come.

Provérbios sobre comida >> Página seguinte>>>


 
Pub  

 

 

Pub

  300 x 250 Shopping      

        

Se não encontrou nesta página o que procurava, pesquise em todo o Portal do Folclore Português
 



Acompanhe, em primeira mão as actualizações do Portal do Folclore Português:

FOLCLORE DE PORTUGAL - O Portal do Folclore e da Cultura Popular Portuguesa não se responsabiliza pelo conteúdo dos sítios registados
© Copyrigth 2000/2013  - Todos os direitos de cópia reservados - Webmaster