[ INÍCIO ]   [ Sobre o Portal ]  [ FAQs ]  [ Registar site ou blog ]  [ Enviar informações ]  [ Loja ]   [ Contactos ]

 
"Temos obrigação de salvar tudo aquilo que ainda é susceptível de ser salvo, para que os nossos netos, embora vivendo num Portugal diferente do nosso, se conservem tão Portugueses como nós e capazes de manter as suas raízes culturais mergulhadas na herança social que o passado nos legou."  (Jorge Dias)
 
 
Pub
 
Arquitectura e construções
Artesanato
Cancioneiros Populares
Danças Populares
Festas e Romarias
Grupos de Folclore
Gastronomia e Vinhos
Instrumentos musicais
Jogos Populares
Lendas
Literatura Popular
Medicina Popular
Museus Etnográficos
Música Popular
Provérbios
Religiosidade Popular
Romanceiros
Sabedoria Popular
Superstições e crendices
Trajos
Usos e Costumes
 
Agenda de iniciativas
Bibliografia temática
Ciclos
Feiras
Festivais de Folclore
Glossário
Informações Técnicas
Loja
Permutas
Pessoas
Textos e Opiniões
Turismo
 
SUGESTÕES
Calendário agrícola
Confrarias
Datas comemorativas
Feriados Municipais
História do Calendário
Meses do ano
Províncias de Portugal
 
 

Pub  
   
»» Danças Populares e Tradicionais Portuguesas Pub

Pub

   
  Bailinho da Madeira

 

De certo que já todos viram dançar o “Bailinho da Madeira” ou pelo menos, tal como ele é conhecido no continente: um grupo, vestido com o traje típico da ilha das flores, que dança em torno do instrumento regional típico da Madeira: o brinquinho. É um instrumento composto por um grupo de sete bonecos de pano e traje regional com castanholas e fitilhos, dispostos na extremidade de una cana de roca e animados por movimentos verticais na mão do portador, isto é, o bailinho tal como a maioria das pessoas o conhece.

No entanto existe outro, trata-se do bailinho que surge nos arraiais típicos da ilha, onde se canta ao desafio e se dança em coreografias inventadas no momento. A este divertimento dá-se o nome de brinco. É cantado e dançado por todos, sem qualquer regra ou restrição. Não é necessário traje, pois basta querer para entrar na roda.

Eduardo Pereira descreve o ambiente no segundo volume do livro lhas de Zarqo da seguinte forma: “ao som da viola de arame do rajão ou da braguinha, o povo canta ao desafia em serões de aldeia, soalheiros e romarias, improvisando certames poéticos que evocam, o seu lirismo antigas cortes de amor e imitam as tenções palacianas reproduzidas nos cancioneiros e na tradição". O mote é dado pelo tocador. Depois vai passando de elemento para elemento até completar a roda e voltar ao ponto de partida. Cada mote consiste em dois versos de uma quadra. O que se segue deve responder de forma a completar a rima e o assunto.

O 'brinquinho' é um instrumento que e apenas utilizado no bailinho coreografado. Este bailinho surgiu há cerca de meio século, quando começaram a surgir os primeiros grupos folclóricos. A explosão do turismo também não foi alheia ao fenómeno da passagem dos bailinhos espontâneos dos arraiais, para os bailinhos coreografados dos grupos folclóricos. Hoje são estes que retractam as danças e cantares da ilha da Madeira. E assim vamos encontrar o 'bailinho das camacheiras' que adquire o nome pela freguesia em que teve origem: a Camacha.

É uma dança com movimento e muita vida em que as bailadeiras dão giros e saltos com grande rapidez. Há também quem lhe chame bailinho do oito, por ser dançado por quatro pares que formam um quadrado e bailo doido, devido à forma desenvolta com que se movimentam as bailadoras. A animar e a conferir o ritmo à dança, não falte o tradicional 'brinquinho’.
 

Fonte

Outras danças tradicionais/populares>>>


Pub

     

        

Se não encontrou nesta página o que procurava, pesquise em todo o Portal do Folclore Português
 



Acompanhe, em primeira mão as actualizações do Portal do Folclore Português:

FOLCLORE DE PORTUGAL - O Portal do Folclore e da Cultura Popular Portuguesa não se responsabiliza pelo conteúdo dos sítios registados
© Copyrigth 2000/2014  - Todos os direitos de cópia reservados - Webmaster